Conecte-se conosco

Polícia

LUTO – Tragédia no forró, dançarina de banda famosa morre após ser atingida por disparos de arma de fogo

A banda tinha encerrado uma turnê na região da Bahia e estava retornando para casa.

Publicado

em

Segundo informações do Diário do Nordeste, a dançarina cearense da banda Sala de Reboco, Gabriela Amorim, de 25 anos, morreu após ser atingida por disparos de policiais militares que seguiam o veículo onde a banda estava, na cidade Irecê, no norte da Bahia. Outros integrantes do grupo também ficaram feridos e foram levados pelo resgate.

As informações foram passadas por uma sobrevivente, que conversou com o Diário do Nordeste. A tragédia aconteceu na madrugada desta sexta-feira dia 5.

Foto: Arquivo Pessoal

O dono da banda, Antônio Neto Rocha, mais conhecido como Toinho Produções, havia quatro integrantes da banda juntamente com o motorista no veículo, quando foram atingidos por disparos de arma de fogo vindo dos polícias militares que seguiam o automóvel. As informações foram publicada pelo portal de notícia G1 da Bahia.

Uma das feridas é a cantora da banda, Joelma Rios

 

“A gente fez uma confraternização, fomos comer uma galinha caipira em Lapão, que é pertinho de Irecê. Chegou o horário de ir embora, a gente veio na estrada, quando a gente avistou um carro se aproximando, que em nenhum momento eles ligaram nada, sirene, nada que pudesse alertar que era polícia. Até porque a gente não cometeu nada ilícito, a gente não tava fugindo de nada”, contou Joelma.

 

A banda tinha encerrado uma turnê na região da Bahia e estava retornando para casa.

Destaques do Mês